Ao longo dos emus anos como membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos Dos Últimos Dias, conversei com centenas de pessoas que querem voltar à Igreja, querem servi em uma missão, ou querem criar seus filhos na Igreja. Outros, expressam seu desejo de voltar, mas não sabem como fazê-lo. Todos eles fizeram algo que sabem que precisam falar (confessar) com o Bispo, mas talvez só de imaginar que ao sentar na sala do Bispo e ter que falar dos seus segredos mais profundos causa medo ou até pavor. Mas eu quero mostra-lhes através desse artigo o por que você não precisa ter medo de falar com seu Bispo sobre coisas que estão incomodando e impedindo de você progredir cada vez mais no Evangelho.

Acredito que esse seja um dos momentos mais críticos na vida de uma pessoa que esta menos ativa ou fraca no Evangelho. Esta decisão e interação pode desfazer um futuro inteiro de uma pessoa na Igreja. Talvez estamos sentados em nosso quarto, deitados em nossa cama, esperando, imaginando, procrastinando o que sabemos ser o correto ou a decisão correta pra melhor se dizer. Estamos mais preocupados com o que Deus ou o que os homens pensam de nós? Este é o momento em que nosso verdadeiro caráter é posto à prova. Podemos solucionar nossos problemas em duas maneiras, (1º) enterrar nossos problemas profundamente para que ninguém saiba ou (2º) podemos revela-lo para alguém que pode nos ajudar a melhorar e nos arrepender e voltar para o caminho do Salvador.

O pecado é pesado o suficiente por si só e quanto mais tempo nós carregamos, mais pesado fica. Nós não damos crédito suficiente de como o pecado realmente é serio. O pecado tem o poder de conduzir uma pessoa. Pode causar instabilidade física, emocional e mental. Pode induzir a raivas, ansiedade e até a depressão. É como uma doença mortal, compararia a um câncer, que destrói você ao longo do tempo. Há apenas uma cura… Acredito que você já deva saber qual.

Você já se perguntou por que levar o pecado faz você se sentir fisicamente doente? Por que a culpa, miséria e depressão? A fisiologia do pecado em relação ao Evangelho faz todo o sentido. Somos seres espirituais. Nosso espírito veio da presença de Deus. Nosso espírito também sabe o que era e sabe que um dia devemos voltar. Às vezes, permitimos que nossos corpos temporais tomem decisões que nos proíbem de retornar ao lugar de onde vieram nossos espíritos. Então, naturalmente, o espírito começa a declarar guerra ao corpo. O espírito dentro de você não sabe mais o que fazer para ajudar você ver que o caminho que você está indo é o errado. Ele tenta trazer o seu corpo de volta em harmonia com a vontade de Deus. Algumas pessoas chamam isso de consciência,

Se você tentar enterrar seus pecados, seu espírito nunca o deixará sozinho. Você pode tentar começar com as razões pelas quais a Igreja não é verdadeira ou usar a lógica para explicar por que você não deveria ter que se explicar a um bispo, mas nada disso funcionará. Enquanto você viver … o Espírito tentará às vezes chegar até você. Você pode ser capaz de escurecer esse espírito, mas essa chama inextinguível provavelmente ainda estará queimando dentro de você. O Presidente Harold B. Lee explicou: “Essa luz nunca se apaga completamente … [falando da Luz de Cristo] a menos que cometamos o pecado imperdoável.

“A Luz de Cristo Sempre Estará Lá”

Referindo-se à Expiação de Jesus Cristo, o profeta Alma ensinou o seguinte ao povo de Gideão: “E Ele seguirá, sofrendo dores e aflições e tentações de toda espécie; e isto para que se cumpra a palavra que diz que ele tomará sobre si as dores e as enfermidades de seu povo.

Ora, o Espírito sabe todas as coisas; não obstante, o Filho de Deus padece segundo a carne para tomar sobre si os pecados de seu povo, para apagar-lhes as transgressões, de acordo com seu poder de libertação; e eis que agora este é o testemunho que está em mim” (Alma 7:11–13). A Expiação de Jesus Cristo está ao alcance de cada um de nós. Sua Expiação é infinita. Ela se aplica a todos, inclusive a você. Ela pode purificar, recuperar e santificar a todos, inclusive você. É isso que significa infinita: total, completa, integral, para sempre. O Presidente Boyd K. Packer ensinou: “(…) Não há hábito, dependência, rebelião, transgressão, apostasia ou crime que esteja isento da promessa de perdão completo. Essa é a promessa da Expiação de Cristo” (“A Radiante Manhã do Perdão”, Boyd K. Packer, A Liahona, janeiro de 1996, p. 20).

O que precisamos saber é que um Bispo não perdoa os pecados. Ele está lá para nos ajudar a aceitar a Expiação de Jesus Cristo. Nunca é tarde demais para voltar e nunca é cedo para se arrepender e mudar a vida. Você pode pensar que o Bispo irá ficar magoado ou frustrado com você ou pensar que irá mal de você. Isso não é verdade! Quando você vai até o Bispo, em vez de ele perder o respeito por você, ele vai realmente ganhar respeito por você principalmente pela sua coragem e disposição de se arrepender. Ele vai olhar para você como um verdadeiro discípulo corajoso de Jesus Cristo que é humilde o suficiente tomar as medidas necessárias para se alinhar com a vontade de Deus.

Vergonha é perder todas as bênçãos do Evangelho por causa do medo de uma conversa de talvez 30 minutos. Eu posso dizer por experiência própria… que se eu não tivesse batido na porta do meu Bispo para pedir conselhos e ajuda, eu não teria cumprido uma missão de tempo integral, eu talvez nem firme na Igreja estaria hoje ou escrevendo esse texto para esse blog e portal. Se esses fardos estão começando a ficar um pouco mias pesado … é hora de deixá-los no bispado. O Bispo vai apresentar-lhe a pessoa mais forte que é o único digno ou capaz de suportar o peso de seus pecados, para que você possa ser livre, e viver feliz nessa jornada mortal.Ao aceitar e utilizar essa preciosa dádiva com gratidão, desfrutaremos tudo que há de belo e proveitoso em nossa vida, que foi recuperado por Deus por meio de Seu amor infinito e pela Expiação de Seu Filho e nosso irmão, Jesus Cristo. Presto o meu testemunho disso.

 

Siga-me!

Elias Rozendo

Nasceu no dia 14 de Fevereiro de 1990, na cidade de São João Del Rei- MG. Conheceu a Igreja em Manaus e foi batizado em 2005. Fez seminário e cursa o instituto. Serviu na Missão Brasil Santa Maria, onde recebeu a inspiração para escrever o seu primeiro livro ' A VERDADE SOBRE OS MÓRMONS''.É apaixonado por comunicação.
Siga-me!

Últimos posts por Elias Rozendo (exibir todos)