No final do ministério mortal de Jesus, Ele foi a uma montanha para orar. Depois de uma noite de oração contínua, Ele chamou doze discípulos, os quais assegurariam a continuação da Igreja que Ele estabelecera com um “fundamento [de] (…) apóstolos e (…) profetas” (ver Efésios 2:19–20).

Esse alicerce de apóstolos e profetas vivos — escolhidos e chamados por meio de profecia e revelação pela autoridade do sacerdócio, servindo em amor e união sob a direção do Cristo ressuscitado — continua até hoje.

Quem chama um novo apóstolo?

Quando surge uma vaga, “uma substituição no Quórum dos Doze Apóstolos é feita pelo Presidente da Igreja, que recebe a inspiração de fazer o chamado” (“Quorum of the Twelve Apostles” [Quórum dos Doze Apóstolos],MormonNewsroom.org).

Os apóstolos são escolhidos por meio de inspiração pelo Presidente da Igreja, são apoiados pelos membros da Igreja em geral e são ordenados pela Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos pela imposição de mãos (ver Regras de Fé 1:5).

O Presidente Gordon B. Hinckley (1910 – 2008) explicou o processo em seu discurso na Conferência Geral de abril de 1994, “Deus Está ao Leme”.

“Asseguro-lhes que a Igreja está em boas mãos”, testifica o Presidente Thomas S. Monson. “O sistema configurado para o Conselho da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos [nos] garante que estará sempre em boas mãos e que, aconteça o que acontecer, não há necessidade de preocupar-se ou temer. Nosso Salvador, Jesus Cristo, a Quem seguimos, a Quem adoramos e a Quem servimos, está sempre ao leme” (“Estendamos a Mão para Resgatar”, LDS.org).

Quem pode ser chamado como apóstolo?

“O novo membro dos Doze pode ser chamado a partir de um dos Quóruns dos Setenta (que são formados por autoridades gerais que são líderes na Igreja) ou de membros da Igreja em todo o mundo. A condição de sênior do Quórum dos Doze Apóstolos é determinada pela data em que um apóstolo é chamado, não pela idade” (“O Quórum dos Doze Apóstolos”,MormonNewsroom.org).

O Élder Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, ensina: “Todos os líderes da Igreja do Senhor são chamados pela devida autoridade. Logo, nenhum profeta ou líder desta Igreja chama a si mesmo. Ninguém jamais foi eleito profeta. O Senhor deixou isso bem claro ao dizer: ‘Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei’ (João 15:16). Vocês e eu não ‘votamos’ nos líderes da Igreja — de qualquer nível. Porém, temos o privilégio de apoiá-los” (“Apoiar os Profetas”, Conferência Geral de outubro de 2014).

O que um apóstolo faz?

O Senhor chamou Seus Doze Apóstolos para pregar e abençoar outras pessoas “gratuitamente”.

Doutrina e Convênios ensina que os apóstolos servem como “testemunhas especiais do nome de Cristo no mundo todo” (D&C 107:23).

O Profeta Joseph Smith estabeleceu a importância do testemunho apostólico quando disse: “Os princípios fundamentais de nossa religião são o testemunho dos apóstolos e profetas a respeito de Jesus Cristo, que Ele morreu, foi sepultado, ressuscitou no terceiro dia e ascendeu ao céu; todas as outras coisas de nossa religião são meros apêndices disso” (History of the Church, vol. III, p. 30).

“A Primeira Presidência e o Conselho dos Doze Apóstolos, chamados e ordenados para portar as chaves do sacerdócio, têm a autoridade e a responsabilidade de governar a Igreja, administrar suas ordenanças, expor suas doutrinas e estabelecer e manter suas práticas”, ensinou o Presidente Hinckley (“Deus Está ao Leme”).

Os membros da Primeira Presidência e do Conselho dos Doze Apóstolos servem por toda a sua vida. Como o Élder Dallin H. Oaks explicou: “É basicamente passar o resto da sua vida, em tempo integral, no serviço Dele e passar a sua vida testificando do Seu plano, da Sua autoridade, da Sua Expiação e da Sua Ressurreição e participar, conforme designado, na liderança da Igreja” (“Dallin H. Oaks”, LDS.org).

O Élder Holland diz que servir no ofício para o qual foi ordenado tem sido para ele, como para os outros que aceitaram o mesmo chamado, um processo refinador para toda a vida. “Empenho tudo o que tenho e tudo que sou para testemunhar e reafirmar a divindade da vida do Salvador e a restauração do Seu evangelho”, disse ele. “Minha maior alegria e minha solene obrigação é testificar de Jesus Cristo onde quer que eu vá e com quem quer que esteja, enquanto eu viver” (“Élder Jeffrey R. Holland: do Quórum dos Doze Apóstolos”, A Liahona, agosto de 1995).

Como podemos apoiar os apóstolos?

Ao apoiar os profetas e apóstolos, o Presidente Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência, disse que podemos apoiar os servos do Senhor por meio de nossa fé, nossas orações, nosso serviço, nossa família e nosso trabalho no templo. “Precisamos analisar nossa vida, arrepender-nos se for necessário, comprometer-nos a guardar os mandamentos do Senhor e seguir Seus servos”, ele ensinou (“A Igreja Verdadeira e Viva”, Conferência Geral de abril de 2008).

Fonte: www.lds.org

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Últimos posts por Murilo Vicente L. Ribeiro (exibir todos)