Larry Pressler, um senador americano de três mandatos, foi confirmado um membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (mórmons) durante o culto semanal da congregação de Chevy Chase. No domingo, 19 de abril, Pressler foi confirmado como um membro da igreja pelo então Senador por Nevada, Harry Reid. Foi Reid que o presenteou com um Livro de Mórmon. Ele foi batizado no início do dia por Clayton Christensen, cujo testemunho sobre o Livro de Mórmon tinha publicado na revista The New Yorker obrigando o ex-senador a estudar seriamente o livro.

Tanto Reid, Democrata de Nevada, quanto Christensen, professor de Harvard, falaram na cerimônia do batismo, que aconteceu em uma manhã alegre em uma capela de Maryland. Pressler é um homem bastante influente e tem observado a Igreja e os seus membros durante anos. Pressler também é conhecido por sua história de integridade política e admirado por amigos por sua humildade. Reid, ao falar na reunião batismal, chamou seu ex-colega de Senado de “extraordinário de muitas formas” e referenciou o ensino bíblico de que os mansos herdarão a terra.

No ano passado, Pressler correu como um independente para uma cadeira no Senado no estado de Dakota do Sul, durante as eleições intercalares norte-americanas. Pressler foi aprovado pelos quatro maiores jornais de Dakota do Sul, mas acabou perdendo para o ex-governador Mike Rounds.

Pressler estava buscando uma vaga que uma vez tinha sido sua. De 1979 a 1996, ele atuou em três mandatos no Senado, representando seu estado natal, Dakota do Sul como um republicano. Em sua candidatura de 1996, para um quarto mandato, Pressler perdeu em uma disputa acirrada para o democrata Tim Johnson.

Pressler, hoje com 73 anos, disse que sua carreira política está “encerrada”, mas ele espera ter deixado um legado de idealismo na política. Ele está escrevendo um livro sobre o assunto. “Eu sinto que ainda tenho 10 bons anos de trabalho”, disse Pressler, que pretende ensinar e continuar a trabalhar como advogado. “Eu não quero me aposentar.”

Sobre sua conversão à fé mórmon Pressler disse: “Continuei a ter pequenos encontros coincidentes com o Mormonismo que eu realmente não posso explicar”. Tudo começou no início de sua carreira política, quando ele empregou um Mórmon, Richard Wirthlin, como pesquisador para a sua primeira campanha. Wirthlin viria a servir como um líder da igreja no Segundo Quórum dos Setenta.

Ao longo dos anos, Pressler discutiu a fé mórmon com o senador Orrin Hatch, Republicano de Utah, que é membro da Igreja. Ele não pôde comparecer batismo de Pressler, mas ligou para ele no dia anterior para parabenizá-lo.

A apresentação de Pressler ao Livro de Mórmon veio de Reid, que lhe deu uma cópia do livro. Em seguida, em 2012, Pressler deparou-se com um artigo no The New Yorker que continha um testemunho vigoroso de Christensen sobre a veracidade do Livro de Mórmon. Christensen contava no artigo que sua resposta veio após várias semanas lendo e orando.

Assim seguiram discutindo sobre os aspectos doutrinários da Igreja e sobre o Livro de Mórmon. Ralph W. Hardy, que serviu com Christensen como um líder regional da igreja e mora perto de Pressler na região de Washington, fez amizade com o ex-senador e se envolveu nas discussões. Harday convidou Pressler à Ala Chevy Chase.

Cerca de quatro meses atrás, Pressler começou a receber as palestras dos missionários mórmons: Elders Josh Von Trapp do Qatar e Courtlan Wilcox de Bend, Oregon, e das Sisters Sydney Wathen de Lehi, Utah, e Eden Williams de Rexburg, Idaho.

A convicção do Livro de Mórmon foi fundamental na decisão de Pressler para ser batizado. Como Christensen, ele procurou uma resposta de Deus.

“Essa é a mesma oração que eu fiz”, disse Pressler. “Foi muito importante, lendo e relendo (o Livro de Mórmon). Eu acredito nisso agora.”

Aqueles que testemunharam a conversão de Pressler falam menos sobre coincidências e mais sobre sua humilde, procurando com todo coração.

Pressler é graduado pela Faculdade de Direito de Harvard, além de ser um “Rhodes Scholar” tem um “background intelectual extraordinário”, disse Christensen.

“Mas ele é o homem mais humilde que eu acho que eu já conheci”, disse ele. “Sempre que ele vê alguém que precisa de ajuda, ele oferece sua mão amiga.”

A oração tem sido uma rotina diária em seu casamento com Harriet Pressler, que é católica. “Ela é uma católica e vai continuar assim, mas ela é muito favorável ​​a mim nesta jornada”, disse ele.

Harriet Pressler, sua esposa, disse que a filiação de seu marido aos santos dos últimos dias tem sido “providencial”.
“Eu estou orgulhosa dele, e eu apoio.”

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!