Uma das maiores experiências espirituais da vida, ocorre dentro do Templo. Numa delas, uma família se ajoelha no altar da sala de selamento e pela autoridade correta, são selados para o tempo e eternidade. É uma ocasião tão especial que necessita de cuidadosa preparação.

O Elder Russell M. Nelson ensinou: “Os propósitos da CRIAÇÃO, da QUEDA, e da EXPIAÇÃO, convergem todos para a obra sagrada realizada nos templos dA Igreja de Jesus Cristo Santos dos Últimos Dias. A terra foi criada e a Igreja restaurada para tornar possível o SELAMENTO da mulher ao marido, dos filhos aos pais, das famílias a seus progenitores, mundos sem fim.” (A Liahona Jan/97 pag 38.)

Uma história bem interessante ocorreu com a família Brito (Ala Cabo – Estaca Jaboatão Brasil Litoral), composta pelo – Ir. Benedito, sua esposa, Maria do Carmo, e seus 17 filhos naturais, aprenderam sobre o Templo, decidiram estipular uma meta de serem selados como uma família eterna.

Apesar de ser uma família bem numerosa, e com poucos recursos, eles sempre eram os primeiros a chegar para as reuniões, devido a uma tradição da família, que designava cada um dos filhos(as) mais velhos para auxiliarem os mais novos(as) e então tudo ficava em ordem e no horário estipulado. Era emocionante vê-los chegar e rapidamente se espalhar pelo prédio da capela, em cada sala existia um Brito. A falta deles era logo notada, pois a capela ficava mais vazia.

Existiam dois desafios: O maior era conseguir os recursos suficientes, para juntos empreenderem uma viagem ao Templo de São Paulo – Brasil, o mais próximo naquela época. E o outro era uma pequena criação de porcos que a família mantinha no quintal da casa, e que exigia cuidado diário.

A data da viagem se aproximava e eles precisavam definir logo, pois devido ao número de familiares, seria necessário contratar um segundo ônibus.

Agendaram então, um Conselho de Família para juntos decidirem o que fazer! Naquela noite, cada membro da família expressou o desejo de entrar no Templo, e se tornar uma família eterna.

No entanto os dois obstáculos, pareciam intransponíveis. Num dado momento, uma das filhas mais novas, Valdirene, de 8 anos, que havia perguntado a Deus, em oração, pediu a palavra e com lágrimas nos olhos, disse:

“- Penso que tenho a solução para nossos dois problemas: Proponho vendermos os porcos, e com o dinheiro pagar a viagem para a Casa do Senhor, e sinto que na volta, o Senhor nos abençoará com uma outra criação, maior e melhor!!” A sugestão foi apoiada, e naquela noite, ligaram para o bispo e reservaram os lugares!

“Que experiência maravilhosa, penetrou em todas as fibras de nossos corações e nunca será esquecida, quando na sala de selamento nossos filhos e filhas começaram a entrar, um-a-um todos de branco, e depois todos se ajoelharam ao redor do altar da sala de selamento. O Presidente do Templo, Athos Marques de Amorim pela autoridade do Sacerdócio, uniu nossa família para a eternidade”.

“- Meu desejo mais profundo e sincero, é que seja digna de entrar, com meu amado marido, no Reino Celestial e de lá acompanhar, da mesma forma, a chegada de cada um dos meus queridos filhos, orando para que não fique nenhuma cadeira vazia.” comenta a Irmã Ma. do Carmo.

Mozart B. Soares

Mozart B. Soares serviu na Missão Brasil São Paulo Norte, de 1980 a 1982. Casado, é pai de cinco filhos. Possui MBA em Finanças, sendo empresário na mesma área e no ramo industrial de transformação de papel. Foi chamado em Abril de 2010 como membro do 7º Quorum dos Setenta.

Últimos posts por Mozart B. Soares (exibir todos)