O Templo de Paris França, está surgindo como cumprimento de profecia. Durante uma reunião em Paris, em 1998, o Presidente Gordon B. Hinckley disse a aproximadamente 2.400 Santos: “tempo virá… quando poderemos construir em algum lugar nesta área uma casa do Senhor, um templo sagrado”.

De volta à Paris, seis anos mais tarde, em 2004, quando a Igreja estava à procura do local para o templo, o Presidente Hinckley disse: “em algum momento futuro, uma bela casa do Senhor irá embelezar esta Terra”.

Em ambas as visitas, o Presidente Hinckley pediu aos membros que orassem para que o Senhor guiasse os líderes da Igreja a encontrar o local apropriado para o templo. Esse local foi encontrado em 2009 em Le Chesnay, uma cidade de aproximadamente 30.000 habitantes. O templo está em construção. Os jardins do templo ficam a cerca de 200 metros do recinto do Palácio de Versalhes, um dos mais famosos marcos da França.

O local das obras recebeu uma vista do Élder Neil L. Andersen do Quórum dos Doze Apóstolos, do Bispo Gérald Caussé do Bispado Presidente e do Élder Patrick Kearon dos Setenta e conselheiro na Área Europa. Eles foram ao local do templo e reuniram-se na capela da Igreja em Versailles, com cerca de 60 pessoas — a maioria dos quais não eram santos dos últimos dias — que estão envolvidos na construção do templo. O grupo incluía arquitetos, advogados, construtores, prestadores de serviço, representantes da empresa de construção e outras pessoas.

“Expliquei para eles que isso será uma casa do Senhor”, disse o Élder Andersen. “Eu falei sobre anjos para eles. Falei dos tempos dos anjos na Bíblia, incluindo a aparição de Gabriel a Maria e os anjos nos campos anunciando o nascimento de Cristo. Eu disse: ‘anjos são reais. Eles ministram às pessoas na Terra. Esse templo sagrado será um lugar onde os anjos estarão. Queremos que construam um edifício o qual vocês tenham ciência que será um edifício sagrado. Será um edifício para as pessoas deste lado do véu e do outro lado do véu também.’ Agradeci-lhes em nome da Igreja pelo trabalho que estão fazendo.”

O Élder Andersen disse: “É um edifício diferente daqueles que construíram por causa da altíssima qualidade e de sua natureza espiritual. Eles não constroem mais tantos edifícios assim, com o belo calcário e ardósia. Eles estão muito interessados pelo projeto, não apenas pelos materiais, mas também pelos motivos espirituais. Um dos advogados disse: ‘Eu não sou um homem religioso, mas sinto que há algo muito especial sobre esse templo’.”

O Bispo Caussé disse que a Igreja está trabalhando com um escritório governamental de arquitetos que devem aprovar os designs e os materiais de qualquer edifício construído perto de um monumento, tal como o Palácio de Versailles. “Trabalhamos em conjunto com os arquitetos para tornar o templo um marco na área. Sua aprovação significa que o templo estará em plena harmonia com a área circunvizinha. Queremos que o templo não seja somente uma bênção para os membros, mas também um recurso para toda a comunidade.”

O Bispo Caussé disse que na época em que ele era um rapaz, sua família saia de Bordeaux por uma semana durante todos os verões para a Suíça, levando dois dias de viagem até o templo de Berna. Em certos anos, eles montavam sua barraca na floresta por trás do templo. “Acho que todos de minha geração que são da Europa, têm essa experiência em comum”, disse ele.

Os membros na França frequentam os templos de Berna, Suíça; Haia, Holanda; Londres, Inglaterra; Alemanha, Frankfurt e Madri, Espanha.

O Élder Andersen serviu como jovem missionário na França de 1970 a 1972, foi presidente da missão França Bordeaux, com sua esposa e família, de 1989 a 1992 e serviu na presidência da Área Europa de 1994 a 1997. Ele disse que os missionários em Lyon, “estavam surpreendentemente preparados, e o Espírito do Senhor estava em grande abundância. Ser um missionário na França exige muita diligência e paciência, mas há belas pessoas que buscam o Salvador e nossos missionários os encontram”.

Ele e sua esposa, irmã Andersen, reuniram-se com os membros que conhecem há anos. “Reunir-se com os membros é sempre um prazer para mim”, disse ele. “Tivemos a oportunidade de ver mais uma vez nossos queridos amigos Jean-Paul e Marie-Jo Guerinot. Ele serviu como meu conselheiro há 25 anos e desde aquele tempo tem servido sem descanso, foi presidente de distrito, presidente de estaca e bispo duas vezes nesses últimos 25 anos. Aqueles que aceitam o evangelho plenamente descobrem que a Igreja é a parte mais importante de suas vidas.”

O Élder Andersen disse que, mesmo que a Igreja não cresça rapidamente na França, ainda assim continua a crescer. “Encontramo-nos com todos os 13 presidentes de estaca de língua francesa da Europa. Reuni-me com eles cerca de dezoito meses atrás, quando vim à Paris; essa reunião foi um alegre reencontro para regozijarmos sobre o progresso que foi feito. Há centenas de pessoas a mais vindo à reunião sacramental. Uma estaca foi organizada e um belo templo está sendo construído. As bênçãos do Senhor estão sobre esta linda terra da França e os membros de língua francesa da Europa. Sei que Ele os ama por sua devoção e sacrifícios em favor do evangelho restaurado.

Agora vemos uma igreja com muitos membros de terceira e quarta gerações. Dois dos presidentes de estaca que estavam ali comigo já eram meus conhecidos de anos atrás, de quando eu era presidente de missão. O irmão Matthieu Bennasar, que hoje é presidente da estaca em Lyon, era um jovem que vivia em Bordeaux. Seus pais eram ótimos membros da Igreja, e Matthieu estava se preparando para sair em missão quando estávamos servindo nossa missão em Lyon. Agora ele tem sua própria família, concluiu seus estudos e assumiu seu papel na liderança da Igreja. Serge Gaston, que é presidente de estaca em Paris, é filho de um dos primeiros conversos em Marselha. As mulheres não são menos valorosas. Elas são cheias de fé e estão criando outra geração íntegra na Igreja. Eles amam as famílias na França; não apenas os membros da Igreja, mas todo o povo francês ama sua família. Nossa mensagem é que essas famílias podem continuar através do véu como uma unidade familiar para sempre. Que grandiosa bênção podemos oferecer-lhes!”

Além disso, o Élder Andersen disse: “Os sinais de Cristo estão em toda a França. Há cruzes e belas igrejas. Como as igrejas agora são de propriedade do governo, não há a fé vibrante que enchia este belo país outrora. Mas o Senhor enviou o seu evangelho restaurado e os eleitos da Terra estão sendo reunidos para que a verdade esteja sempre disponível para aqueles que a procuram. Amo os santos franceses.”
Contribuição de Gerry Avant, editor do Church News

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!