Stephen H. Webb, professor de religião e filosofia na Wabash College, costumava considerar o mormonismo como “o melhor exemplo da estranheza e perigo” encontrado na religião. Ao ensinar a respeito da Igreja, ele nunca se preocupou em esconder o seu desdém. Ele os via como um alvo fácil para os cristãos e secularistas – um caminho para esses dois grupos se unirem zombando os mórmons.

Mas recentemente a opinião de Webb começou a mudar.

“Eu tive que me arrepender desse ponto de vista, e não somente porque eu percebi como é errado ser rude contra a fé de outra pessoa.”, escreve ele. “Eu mudei de ideia porque percebi o quão profundamente centrado em Cristo o mormonismo é.

“O fato de que o mormonismo adiciona à história cristã tradicional não significa necessariamente que diminui o cristianismo a ponto de negá-lo de modo geral.

“Afinal, o que dá ao cristianismo a sua identidade é o seu compromisso com a divindade de Jesus Cristo. E por esse motivo os mórmons são mais cristãos do que muitos cristãos tradicionais que não levam a sério a alegação surpreendente que Jesus é o Filho de Deus.”

O que provocou essa mudança repentina de perspectiva? Webb leu o Livro de Mórmon pela primeira vez.

Embora estivesse surpreso com o que encontrou no Livro de Mórmon, Webb admite que não foi tocado. Na verdade, Webb chama o Livro de Mórmon de “maçante, precisamente porque tudo é sobre Jesus… Ninguém se destaca, mas Ele.” Embora não tocado espiritualmente ou literariamente, a percepção de Webb apoia o que os Mórmons sempre afirmaram e professaram crer – que somos cristãos, um povo que acredita e é profundamente devotado à Cristo.

Na verdade, Webb resume o Livro de Mórmon, citando-o, mencionando 2 Néfi 25:26: “E falamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo e escrevemos de acordo com nossas profecias, para que nossos filhos saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados.” Esta observação do Livro de Mórmon, sem dúvida, apoia as palavras escritas em sua página título, que é “Outro Testamento de Cristo.”

“Mormonismo está obcecado por Cristo, e tudo o que ele ensina é destinado a despertar, estimular e expandir a fé Nele”, afirmou o professor de Religião e Filosofia.

Leia o artigo do professor Webb  que foi publicado em www.firstthings.com.

Por LDS Living (http://www.ldsliving.com/topics/mormon-life) Tradução de Rodrigo Rizzutti

Siga-me!

Rodrigo Rizzutti Sette

Rodrigo Rizzutti Sette é membro da igreja desde 1991, é casado e pai de duas filhas. Serviu como missionário de tempo integral na Missão Brasil Curitiba e em duas ocasiões como missionário do FamilySearch. É empresário e fundador do Genealogia na Prática que mantém projetos que tratam de assuntos relacionados com genealogia, suas técnicas e ferramentas.
Siga-me!