Os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias podem ser encontrados em todo o mundo, com uma concentração surpreendente de membros no Oriente Médio. Os membros da Igreja em países como os Emirados Árabes Unidos (EAU), Bahrein e Israel enfrentam o desafio único de praticar a sua religião e ainda cumprir e respeitar as culturas e as leis desses países.

Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze, visitou os membros da Igreja no Oriente Médio. Passou inclusive pela mais nova capela do Oriente Médio em Abu Dhabi, Emirados Árabes.

Primeira Capela Mórmon no Oriente Médio

Eu amo o Oriente Médio”, declarou o Élder Holland. “Somos gratos por estar aqui. Em nossas reuniões eu incentivo os membros a obedecer e apoiar as leis dos países onde estão. Tem sido uma bênção poder nos encontrar e crescer como Igreja. Não fazemos proselitismo, mas estamos crescendo mais à medida que nossos membros mudam-se para o Oriente Médio.” Ele explicou que a maior parte desse crescimento da Igreja vem de exilados que vêm para a área a fim de fazer negócios ou ser trabalhadores domésticos, muitos dos quais são filipinos.

Atualmente, em Dubai há duas alas, em Abu Dhabi existem mais duas alas, que juntamente com as alas Al Ain e Sharjah, completam a Estaca Abu Dhabi, que foi organizada em 2011 pelo Elder Holland. A sede da estaca está situada numa nova capela, dedicada recentemente. Mais de 60 por cento dos membros nos Emirados Árabes são filipinos. Também há tchecos, franceses, Sul Africanos, americanos e indianos, o que dá uma sensação muito cosmopolita e global.

Primeira Capela Mórmon no Oriente Médio

Não há absolutamente nenhum proselitismo. É explicitamente contra a lei realizar proselitismo. Cristãos de outras denominações podem aprender mais sobre a Igreja e até batizarem-se, mas é expressamente proibido ensinar muçulmanos, mesmo que eles queiram. Apesar dos inconvenientes sobre proselitismo e restrições na difusão do Evangelho, a Igreja continua a progredir. Há aproximadamente 3 mil membros nos Emirados Árabes Unidos.

A construção da primeira capela mórmon construída no Oriente Médio em Abu Dhabi é uma grande conquista. Outras capelas mórmons já existem no oriente médio, mas foram adaptações de outros edifícios, como as capelas do Ramo Tel Aviv (capela desde 2011) e Ramo Galiléia em Tiberíades (capela desde 2007) em Israel. Além disso, existe um ramo na BYU Jerusalém Center.

Primeira Capela Mórmon no Oriente Médio

Foi Élder Holland dedicou a capela em Tel Aviv, Israel em 2011 e disse: “É difícil adquirir propriedades, então não iremos construir muitas capelas tradicionais no Oriente Médio”. “Essa capela em Tel Aviv demonstra nossa flexibilidade; transformamos o último andar de um prédio comercial em uma capela com salas de aula. Não é muito tradicional, mas temos a nossa Igreja”. O ramo Telavive existe há 35 anos, disse ele, que também ressalta que a Igreja está em Israel desde o século XIX.

O emirado de Abu Dhabi, reservou lotes no distrito de Al-Mussafah para edifícios de religiões não muçulmanas. A capela de Abu Dhabi está localizada dentro desta zona, no Plot No. P-11, Setor N°24. A capela foi projetada para reconhecer a natureza sagrada e solene de sua estrutura, inclusive a torre é diferenciada, parecendo-se com estruturas construídas no oriente médio. Há um salão sacramental, biblioteca, salas, escritórios e um salão multicultural. O projeto tem área construída de aproximadamente 1.400 m². A capela foi dedicada em 2013.

Primeira Capela Mórmon no Oriente Médio

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!