Não muito tempo atrás … havia um Apóstolo chamado Bruce R. McConkie que nos deu alguns dos sermões mais doutrinariamente ricos que temos na Igreja. Alguns de vocês talvez se lembrem dele!
Ele era conhecido por sua profunda pesquisa, humor seco e estilo arrojado de falar. Embora seu foco principal fosse sempre as escrituras … ele tinha um pequeno conselho para nós ao escolher outros tipos de estudos no Evangelho; “Bruce R. McConkie” aconselhou estudar e melhorar a nossa busca pela compreensão do Evangelho. McConkie sugeriu que as 5 coisas mais importantes que deveriam ser estudadas (exceto as escrituras) foram os seguintes documentos ou publicações.
A Carta de Wentworth
Joseph Smith escreveu uma carta “A pedido do Sr. John Wentworth, Editor e Proprietário do Jornal Chicago Democrat “, onde ele disse: “Eu escrevi o seguinte esboço da ascensão, progresso, perseguição e fé dos Santos dos Últimos Dias . “
Esta carta dá aos membros e investigadores um olhar conciso ainda compreensível sobre os primórdios do Mormonismo. Conclui com o que se chamou as “13 declarações da doutrina da Igreja” que se tornou conhecido como As 13 Regras de Fé. As regras de fé são os elementos básicos e fundamentais da nossa doutrina. Às vezes acredito que as regras de fé são negligenciados por causa de sua brevidade e simplicidade, mas a doutrina que está embutida em todos e cada um dessas regras de fé mostrará a profundidade das doutrinas do mormonismo.
James Talmage escreveu um livro inteiro sobre As Regras de Fé e se tornou um dos melhores livros que eu já li. Essas regras de fé não foram apenas esporadicamente descartados em uma página. Eles foram inspirados para definir claramente as crenças que constituíram a Restauração esperada há muito tempo.
Dissertações Na Fé
As Dissertações na fé foram compiladas durante a época de Joseph Smith e foram ensinadas pelo profeta e outros durante os primeiros dias da Igreja. Essas Dissertações são algumas das melhores explicações sobre a fé que eu já ouvi. Eles nos ajudam a entender a fé pelo que ela realmente é. Eles nos ensinam que a fé é um princípio de poder e princípio de ação. Eles nos ensinam que a fé é a força por trás de tudo o que fazemos. Com efeito … a fé é obra.
As Dissertações na Fé também levam à casa a importância do testemunho humano e mostram a necessidade do testemunho geracional dos Profetas aos pais e dos pais aos filhos. Sem este testemunho geracional de fé … nossas famílias são apenas uma geração longe da apostasia.
O Pai e o Filho, uma exposição doutrinária da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos
Uma das primeiras coisas que foi perdida da terra durante a Grande Apostasia foi a compreensão da natureza e caráter de Deus. Se Satanás pudesse realizar uma coisa, encontraria uma maneira de nos impedir de saber quem é nosso Pai Celestial e qual é sua relação com seu filho Jesus Cristo.
Por nós aprendendo sobre quem e o que Deus é, podemos adorá-lo e imitá-lo para que possamos nos tornar como Ele. Se somos incapazes de nos tornarmos como Ele, então não há nenhum propósito para nossa existência. Tornar-se como Deus é o próprio fundamento do Plano de Salvação, e tudo o mais que aconteceu ao longo da história do nosso mundo, incluindo a Expiação, foi para esse propósito expresso.
A primeira presidência sentiu que era tão importante que compreendêssemos essa relação, que eles publicaram este documento para toda a Igreja. A Bíblia e o Livro de Mórmon contêm alguns versículos da escritura que tornam difícil para o leitor entender quem está realmente falando. É o Pai, ou o Filho, ou o Espírito Santo, ou um anjo que está falando em nome de Deus?
Neste documento, aprendemos sobre a investidura divina da autoridade. Somos ensinados que às vezes o Filho é dado as mesmas palavras que o Pai iria falar, e Ele fala como se Ele era o Pai. Quando Cristo fala como se Ele fosse o Pai, muitas religiões cristãs acreditam que isso confirma sua crença em um credo trinitário. Este documento foi apresentado para explicar e expor sobre a unicidade que existe entre o Pai e Filho, bem como a nossa unidade com eles.
O Discurso de King Follet e o Sermão no Bosque
O King Follet Discourse e o Sermão no Bosque são duas das minhas coisas favoritas para estudar. O Profeta Joseph Smith os fez, em suas ”horas finais”. Cada um deles foi feito dentro de três meses antes de sua morte. Nestes discursos, você aprenderá sobre o caráter de Deus, a deificação de homens e das mulheres, uma pluralidade de deuses, as traduções corretas da Bíblia Sagrada e uma compreensão de como a terra foi realmente criada. Ele dissipa muitas tradições cristãs e superstições. Um estudo cuidadoso desses discursos não o deixará desapontado.
A Origem do Homem
Esta declaração oficial dada pela Primeira Presidência foi construída para combater as teorias de Darwin. Ele afirma que Deus criou os seres humanos e que não somos parentes distantes do macaco ou chimpanzé. O ateísmo pegou vapor nos tempos modernos e está desenfreado nas faculdades da América e em todo o mundo. Esta afirmação também nos dá uma clara compreensão da nossa pré-existência.
Bom, eu não sou o Élder McConkie, então espero que ele não seja ofendido se eu adicionar à sua lista. Infelizmente ele não viveu até nossos dias para ver uma das mais importantes declarações de nossa atualidade, proclamadas pela A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Portanto eu gostaria de expandir essa lista de cinco em uma lista de sete.
A Família Proclamação Ao Mundo
Talvez não haveria um momento mais apropriado para esta Proclamação ter sido anunciado do que em nossos dias.Já que o modelo familiar esta sendo bombardeado pelos ataques de Satanás e que os princípios e valores morais estão cada vez mais decaído… Então estamos em um grande problema. Com a enorme confusão de gênero e a desintegração da unidade familiar, a Igreja deixa claro o que o Senhor espera da “Família Moderna”, lembrando-nos que a família faz parte do seu plano central para toda a razão pela qual viemos para a Terra. A Família: Proclamação ao Mundo é uma declaração emitida por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 1995, que definiu a posição oficial da Igreja sobre a família, os papéis de gênero e sexualidade humana. Foi anunciado pelo presidente da Igreja na época, Gordon B. Hinckley, em todo o mundo durante a Reunião Geral da Sociedade de Socorro em 23 de setembro de 1995.
O Cristo Vivo
Por último, mas não menos importante … Eu escolheria acrescentar “O Cristo Vivo” a esta lista. Cristo é tudo para nós e, no entanto, poucas pessoas realmente acreditam que os Mórmons acreditam em Jesus Cristo. Ele traz a nossa mente para o testemunho que foi dado de Cristo em Doutrina e Convênios quando Joseph Smith e Sidney Rigdon disse:
E agora, depois dos muitos testemunhos que se prestaram dele, este é o testemunho, último de todos, que nós damos dele: Que ele vive!

Porque o vimos, sim, à direita de Deus; e ouvimos a voz testificando que ele é o Unigênito do Pai —

Que por ele e por meio dele e dele os mundos são e foram criados; e seus habitantes são filhos e filhas gerados para Deus.
 
(Doutrina e Convênios 77:22-24)
Seja qual for a maneira que você escolher estudar as escrituras, seu estudo ajudará a fortalecer seu testemunho e aumentará seu entendimento do Evangelho. Em outras palavras, não existe uma maneira correta de estudar as escrituras. Por isso não tenha medo de diversificar.
Você será ricamente recompensado pelo tempo que gastar estudando as escrituras. “Pois aquele que procurar diligentemente, achará; e os mistérios de Deus ser-lhe-ão desvendados pelo poder do Espírito Santo, tanto agora como no passado e tanto no passado como no futuro” (1 Néfi 10:19).
“Ler muito de uma vez só não dá nem de longe tão bons resultados como a leitura e aplicação diária das escrituras a nossa vida. Familiarizem-se com as lições que as escrituras ensinam. Aprendam o contexto das parábolas do Mestre e das advertências dos profetas. Estudem-nas como se fossem dirigidas a vocês, porque, na verdade, são” (Thomas S. Monson, “Dê o Melhor de Si”, A Liahona, Maio de 2009, p. 68).
Siga-me!

Elias Rozendo

Nasceu no dia 14 de Fevereiro de 1990, na cidade de São João Del Rei- MG. Conheceu a Igreja em Manaus e foi batizado em 2005. Fez seminário e cursa o instituto. Serviu na Missão Brasil Santa Maria, onde recebeu a inspiração para escrever o seu primeiro livro ' A VERDADE SOBRE OS MÓRMONS''.É apaixonado por comunicação.
Siga-me!

Últimos posts por Elias Rozendo (exibir todos)