Quando eu estava com a pretensão de ir pra missão, vivia uma época tão complicada. Muitos desafios, problemas e como sempre o dilema de ficar longe de toda a família por tanto tempo, realmente pra mim era difícil. Cheguei até em repensar se deveria mesmo ir porque eu já estava com 23 anos.

Um dia estava no Facebook conversando com um amigo que havia sido meu presidente dos rapazes em tempos atrás, e ele me inspirou muito com suas histórias da missão, e nisso eu fui me sentindo à vontade para compartilhar com ele minhas preocupações, e até lhe falei que eu ajudava minha mãe financeiramente, estava em um bom emprego, estava estudando e já estava velho pra missão. Ele me deu uma escritura pra ler Mateus 19:27-29, quando eu li, foi como se o próprio Senhor me respondesse. Eu não era tão ambicioso para desejar cem vezes o tanto, mas senti uma resposta.

Fui pra missão, foi excelente! Amei cada dia que servi e faria tudo de novo.

Mas eu retornei … como seria então chegar em casa?

Minha casa estava em reforma, mas não aumentando e sim diminuindo, e cheguei da missão sem dinheiro, fiquei muito preocupado, mas o Senhor foi muito misericordioso comigo, em menos de um mês eu já estava em um bom emprego, mas era provisório, porque estava somente cobrindo férias e no final do prazo fui convidado a permanecer na empresa porque eles gostaram muito do meu trabalho. Porém tinha uma ressalva, eu permanecendo teria que trabalhar aos domingos durante o dia de quinze em quinze dias.

Complicado né! Pra mim não foi tanto, porque eu havia decidido que não trabalharia aos domingos (na missão fiz muitas promessas inspiradas pelo Espírito Santo que se colocassem o Senhor em primeiro lugar Ele acrescentaria o que precisássemos e vi essa promessa sendo cumprida em muitas vidas), agradeci muito eles, expliquei e prestei meu testemunho sobre o dia do Senhor. E fiquei desempregado por isso.

Alguns dias depois, o meu antigo patrão me ligou, sim daquele trabalho que eu gostava antes da missão e me contrataram novamente, comecei a namorar um moça maravilhosa e me casei com ela, tivemos desafios financeiros, as vezes períodos de economia, mas sempre … sempre vi as mãos do Senhor intensamente sobre minha vida e de minha esposa.

Meu conselho aos jovens que estão em idade de missão é o seguinte, não esperem sentir o desejo de servir missão e deixe anos preciosos de sua vida passar, vá e faça a vontade do Senhor, não coloque a sua acima da Dele. Ele promete que vai cuidar de nossas famílias e realmente ele faz. Na missão sentimos Ele andando lado a lado de nós, como se abríssemos um pouco mais os olhos espirituais poderíamos vê-Lo.

Não troquem e não procrastinem essa experiência por nada, no final da missão verás que conseguiu sim contribuir com várias conversões, mas a maior foi a tua.

Walter Jorge

Walter Jorge tem 26 anos. Serviu na Missão Salvador Sul.

Últimos posts por Walter Jorge (exibir todos)