A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias instruiu a seus presidentes de missão que servem nas Américas, que forneçam orientações aos missionários sobre como evitar o vírus Zika, que causa os sintomas de febre, dor nas articulações e músculos, além de conjuntivite e manchas vermelhas na pele. A doença é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, e os sintomas normalmente surgem 10 dias após a picada.

O Zika vírus não é contagioso, e por isso não passa de uma pessoa para outra. A única forma de pegar esta doença é sendo picado pelo mosquito. No entanto, se um mosquito que não tem o Zika vírus picar uma pessoa que está com Zika, ele é contaminado e começa a passar a doença para outras pessoas através de sua picada.

Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças alertou as mulheres grávidas contra viagens a muitos países da América Central e do Sul, porque o Zika parece causar dano cerebral em recém-nascidos.

“Os missionários em todo o mundo são instruídos sobre como se manter saudáveis, incluindo evitar os vírus transmitidos pelo mosquito”, disse o porta-voz da Igreja Eric Hawkins na sexta-feira. “Os princípios de prevenção de doenças são os mesmas para qualquer doença que é transmitida pelo mosquito. Continuaremos a monitorar a doença transmitida por mosquitos e forneceremos instruções sobre prevenção aos missionários por meio de seus presidentes de missão.”

Zika foi descoberto na África em 1947, mas não se espalhou amplamente no hemisfério ocidental até que um surto ocorrer no Brasil, de acordo com o New York Times. O vírus Zika não foi considerado uma grande ameaça porque de 4 em cada 5 pessoas infectadas por um mosquito não desenvolvem sintomas. Na verdade, é provável que milhões de pessoas nas Américas tropicais podem ter tido o vírus sem saber. Aqueles que o fazem apresentam sintomas de febre, erupção cutânea, dor nas articulações e olhos vermelhos, mas normalmente não requerem hospitalização.

No entanto, o Brasil tem visto um grande aumento de microcefalia. Normalmente, esse país vê cerca de 150 casos em 3 milhões de nascimentos anuais, mas o Brasil agora está investigando cerca de 4.000 casos, informou o New York Times.

El Salvador está incentivando as mulheres a não engravidar durante os próximos seis a 24 meses.

O CDC especificamente alertou as mulheres grávidas para evitar a maioria dos países da América Central – México, Guatemala, Honduras, El Salvador e Panamá – a maior parte do Caribe – Porto Rico, Haiti, República Dominicana, Guadalupe, St. Martin, Martinica, Barbados, US Virgin Islands – e mais de metade norte da América do Sul – Brasil, Guiana, Suriname, Guiana Francesa, Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia e Paraguai.

A espécie aedes aegypti é responsável pela propagação do vírus Zika. O mosquito da febre amarela se espalhou a maioria dos casos Zika, mas nos EUA é comum apenas na Flórida, na costa do Golfo e no Havaí. O mosquito tigre asiático, que está mais ao norte como Nova York e Chicago no verão, informou o NYTimes, também é conhecido por transmitir o vírus.

A OMS anunciou quinta-feira que vai convocar uma reunião de emergência para encontrar formas de combater o vírus.

Não há cura conhecida ou vacina. Uma vacina para o Zika pode estar pronto para uso de emergência no final do ano, mas não estarão amplamente disponíveis por anos.

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!