Quem assistiu a primeira sessão de domingo da Conferência Geral certamente sentiu muita compaixão e aprendeu muito com o exemplo de nosso Profeta Thomas S. Monson, que ao discursar teve suas forças se esvaindo no final de seu discurso, em frente à toda a congregação dos santos. Suas forças físicas estavam se debilitando, entretanto senti claramente o poder de Deus nas palavras daquele homem tão simples. Ele parecia fraco fisicamente, porém sua força espiritual resplandecia como o Sol ao meio dia.

Parece que nos últimos minutos do discurso uma vida inteira de serviço da igreja acomodou-se sobre seus ombros. Lembro-me do saudoso Elder Wirthlin, em outubro de 2007, “se tremendo todo” em seu discurso “O Grande Mandamento“. Quando vi o Presidente Monson vacilando em suas forças físicas no final do discurso, eu lembrei da ajuda que Elder Nelson havia dado ao Elder Wirthlin em 2007, ao levantar-se e segura-lo para que não caísse.

Mas desta vez, ninguém levantou-se para segurar o Presidente Monson. Alguns ficaram em volta preocupados, inclusive seu secretário, porém ele permaneceu firme até o fim. Senti naquele momento como se seu espírito estivesse falando diretamente com o meu. Sua voz estava embargada pelo cansaço, entretanto seus olhos eram compenetrantes e irradiavam o amor do Salvador Jesus Cristo.

Eu não poderia estar ali ao seu lado segurando seu fardo tão pesado, como profeta do Senhor, e refleti sobre a importância de eu poder levantar minha mão e apoiar aquele servo do Senhor. Apoiá-lo, suportá-lo, ou dar a ele a sustentação necessária para prosseguir…

Como deve ter sido difícil para ele nesses últimos anos. Presenciar o falecimento de sua esposa. Tristemente, ver o mundo decair em seus valores e sua responsabilidade em ser o Presidente da Igreja nestes dias tão difíceis. Ter que encarar algumas pessoas se opondo a ele como profeta. Despedir-se de seus amigos do quórum dos doze, um a um, e recentemente três (falando em seus funerais). Chamar três novos apóstolos. E além disso, ter que discursar e presidir a conferência geral da igreja, com seus 88 anos de idade.

Certamente, são tarefas pesadas as do nosso profeta, vidente e revelador, o Presidente Thomas S. Monson. Mas ele estava alí naquela manhã de domingo (em Salt Lake City). Sereno e determinado a falar sobre o amor de Cristo para milhões de filhos de Nosso Pai Celestial. Nenhuma declaração oficial foi dada sobre a saúde do presidente Monson, mas um representante da igreja pronunciou-se dizendo que ele estava cansado, mas agora está bem. Logo depois do discurso ele se levantou para cantar o hino com a congregação.

 

Nosso profeta está na guerra. Ele está a frente do seu povo, como um servo fiel do nosso líder maior, o Senhor Jesus Cristo. Presidente Thomas S. Monson demonstrou seu discipulado e sua lealdade ao Senhor, além de seu amor por cada santo dos últimos dias. Uma postagem do Facebook lembrou do discurso do Rei Benjamim, depois da atitude do Presidente Monson, cuja passagem se encontra em Mosias 2:30:

“Porque, mesmo agora, todo o meu corpo treme muito enquanto me esforço para vos falar; mas o Senhor Deus me sustém e permitiu-me que vos falasse;(…)”

Quando eu puder levantar meu braço em apoio a este servo do Senhor, o farei com mais convicção, com mais força e fé. Sei que ele é um profeta verdadeiro de Deus. Eu o apoio de todo o meu coração. Oro por ele e por todos os apóstolos de Jesus Cristo. Levantarei meu braço em apoio, como se estivesse alí ao seu lado, suportando junto com ele o fardo em união de coração e vontade até o fim. Que possamos orar mais por nosso profeta. Obrigado Presidente Monson!

 

Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!

Murilo Vicente L. Ribeiro

Murilo Vicente Leite Ribeiro é blogueiro desde 2004. Tecnólogo na Área de Transito e Transportes, é graduando em Pedagogia e tem especialização em Direito Público e Privado. Criador do blog Murilovisck, ficou em segundo lugar no top blog Brasil 2012. Hoje tem uma parceria com o pro. Carlos Wizard Martins para direção do site OsMormons.com. Casado, tem dois filhos e trabalha na área de licitações públicas. É Presidente da Estaca Goiânia Brasil Sul.
Murilo Vicente L. Ribeiro
Siga-me!