Uma casa, utilizada como capela pela Ala Bomsucesso, em Ponta Grossa no Paraná, foi incendiada no último dia 11 de junho. Há suspeitas de que o incêndio tenha sido criminoso.

A capela pertence à Estaca Ponta Grossa Brasil e está situada na Rua Sabiá, Bairro Borato. O local estava vazio no momento do incêndio e ninguém se feriu – até o momento não se sabe quem provocou as chamas.

O incêndio foi iniciado na madrugada do dia 11 de junho, sendo que as chamas começaram por volta das 4 horas e o Corpo de Bombeiros foi acionado por vizinhos. Os bombeiros tiveram que arrombar uma janela para conseguir conter as chamas.

Veja a ação do Corpo de Bombeiros:

Há relatos pelas redes sociais de que picharam a capela com frases de intolerância. Os danos internos foram grandes e há relatos de membros da unidade de que neste próximo domingo haveria uma atividade missionária na capela.

O irmão Elias Rozendo comentou o caso com o seguinte texto sobre Liberdade Religiosa:

“Seja Mórmon, seja Católico, seja Budista, seja do Candomblé, seja também Protestantes… A Declaração Universal dos Direitos Humanos adotada pelos 58 estados membros conjunto das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, no Palais de Chaillot em Paris, (França), definiu a liberdade de religião e de opinião no seu artigo 18:

‘Todo o homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular’.

A liberdade de crença é inviolado e esta na constituição brasileira desde de 1988 e estabelece que a liberdade de crença é a segurado o livre exercício dos cultos religiosos e a proteção de espaços de cultos e liturgias. Mas não foi o que aconteceu com a capela da Ala Bonsucesso em Ponta Grossa; a expressão de ódio descrito na parede já diz tudo! Quando Igrejas, Capelas e centros de reunião não são atingidos, o populacho, vândalos ou intolerantes, partem para a agressão como aconteceu recentemente com a menina Kaylane D. Terecompensoê de 11 anos, membro do Candomblé no Rio de Janeiro, agredida à pedradas por um grupo de evangélicos. Intolerância religiosa é Crime!

Há muita desinformação quando se discute a liberdade de expressão e como qualquer garantia constitucional ela não é um direito ilimitado. Nem em nome desse direito pode se atropelar outros como a liberdade religiosa e a proteção aos locais de cultos e adoração. Liberdade de expressão não é salvo-conduto para o desrespeito, não garante o direito de insultar, afrontar e de ofender.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias acredita na importância de defender e preservar a liberdade religiosa em todo mundo. Discursos significativos proferidos pelas autoridades gerais da Igreja de Jesus Cristo abordam a posição da Igreja com relação à liberdade religiosa. Também vemos os esforços da mesma, em participar de fóruns religiosos em varias partes do Brasil e do exterior com diversas entidades religiosas.

Católicos, Protestantes, Adventistas, Afro-Brasileira, Judaísmo, Budismo, Induísmo, entre outras… Como bem diz a 11º Regra de fé: ‘Pretendemos o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência; e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde ou o que desejarem’.”

Fotos:

Siga-me!

Elias Rozendo

Nasceu no dia 14 de Fevereiro de 1990, na cidade de São João Del Rei- MG. Conheceu a Igreja em Manaus e foi batizado em 2005. Fez seminário e cursa o instituto. Serviu na Missão Brasil Santa Maria, onde recebeu a inspiração para escrever o seu primeiro livro ' A VERDADE SOBRE OS MÓRMONS''.É apaixonado por comunicação.
Siga-me!

Últimos posts por Elias Rozendo (exibir todos)