Autor: Vera Ribeiro

Nuvens de algodão

Os meus bracinhos estico, Mas não consigo alcançar. Flutuando no alto, bem longe do chão No céu, minhas nuvens de algodão. Desenhando no céu azul, E eu somente observando. Mil figuras de animais, E barquinhos navegando. Que alegria seria, Poder realizar o meu desejo. Pegar as nuvens de algodão, E mostrar as formas que eu...

Read More

Minha Sombra

Tenho uma pequena sombra Que me segue pela cidade, Corre, pula por onde vou, Me seguindo toda a tarde. Sem o sol vem chegando o breu Seu corpinho, precisa do meu Preguiçosa ao entardecer, Vai sumindo sem ninguém ver. Sempre alerta, sempre alegre Enquanto me persegue Mudando rápido de tamanho, Com algumas formas que eu estranho. Ficando achatada ou esticada Ou até mesmo engraçada, Ou baixinha? Coitadinha! Minha sombra é só minha! Fotografia de Nina...

Read More

Aos olhos de Cristo

Qual espelho poderia refletir A imagem quando Cristo me vê? Seriam refletidos meus belos ornamentos Ou o que verdadeiramente sinto por dentro? As imperfeições de um corpo mortal Estariam bem disfarçadas? Crimes e perfumes embelezam a pela, Ou refletiria aquilo, que somente Cristo percebe? A criança que fui… A pessoa que sou… O filho que ainda me tornarei. Tudo é bem observado Ainda que refletido por um espelho quebrado! Acaso não somos todos imperfeitos? Mendigos em busca de um tesouro? Poderíamos então, ser mais habilidosos em entender O que traz a felicidade de um e outro Seríamos mais rápidos...

Read More
  • 1
  • 2

Publicidade

Curta!

Nossos Colunistas

Participe!

Parceiros

Publicidade