Mais uma trama Mórmon está de volta e há uma aparição do anjo Morôni no episódio desta semana da série de TV “The Expanse” (a Expansão) (23h00, no Canal Syfy). Membros d´A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias – assim como o resto de Utah – vão se divertir muito.

Como eu já disse antes, “The Expanse” se passa 200 anos no futuro, quando os humanos colonizaram boa parte do sistema solar. Um grupo particular de humanos – Os Mórmons – está construindo uma grande espaçonave para levá-los a uma viagem um século distante em outro sistema solar.

No episódio desta semana, um mórmon dentro de um transporte espacial é confundido com um vendedor e diz que está indo rumo à nave SUD – a LDSS Nauvoo. Então ele faz um pouco de proselitismo, depois ri e diz que ele “é um tipo diferente de vendedor”, segurando um Livro de Mórmon. “Mas não usem isso contra mim”.

moroni the expanse

Por oito episódios, mórmons não foram atacados ou zombados. Personagens não-mórmons expressaram seu ceticismo sobre os mórmons, suas crenças e sua jornada espacial planejada, mas ceticismo é algo real que existe na vida do século XXI, imagine então no século XXIII.

Tem também uma cena de computação gráfica muito legal que nos mostra a Nauvoo em construção – e a câmera passeia pela enorme e dourada estátua do Anjo Morôni que está afixada ao casco.

O episódio desta semana está repleto de alguns efeitos bem legais, e um intrigante mistério parece estar ficando mais em evidência à medida que a tripulação da ‘Rocinante’ investiga um navio abandonado.

“The Expanse” é uma série bacana que está ficando cada vez melhor.

Originalmente publicado em www.sltrib.com por Scott D. Pierce

Traduzido por Eduardo Marcondes

Siga-me!

Eduardo Marcondes

É jornalista há 20 anos, com ênfase na atuação em Rádio e Televisão. Foi repórter, editor e apresentador, com passagens por praticamente todas as emissoras com sede na capital paulista, entre elas o Grupo Bandeirantes e o SBT. Atualmente faz trabalhos de textos em parceria com alguns empresários e escreve regularmente na internet há pouco mais de ano.
Siga-me!